Sobre proteção de Antivírus, firewall em computadores e notebooks

Sobre proteção de Antivírus, firewall em computadores e notebooks

Coma constante evolução da nossa tecnologia, nossos dados ficam cada vez mais expostos na rede mundial de computadores. Senhas, dados de cartão de crédito, números de telefone, CPF, entre outros, entram em uma categoria de vulnerabilidade muito alta, independente da plataforma em que estejam hospedados.

E por conta dessas situações que se fazem necessários dois “itens” que nos ajudam a proteger nossos dados: o firewall e o antivírus.

Tipos de firewall e suas diferenças

O Firewall (parede de fogo, na tradução literal) é a primeira – e mais importante – frente de defesa no mundo dos computadores. Ele impede a entrada/conexão de novos programas ou computadores à sua rede pessoal sem a devida autorização, bloqueando a passagem de possíveis invasores que podem roubar dados ou causar algum prejuízo financeiro para alguma empresa, por exemplo.

Na busca de fornecer uma maior qualidade de proteção aos usuários, o firewall é disponibilizado de duas formas: hardware e software. O firewall de hardware costuma ser instalado nos componentes que fornecem a conexão, como um roteador Wi-Fi, por exemplo.

Nesse caso, o firewall quase não exige nenhuma configuração muito complexa e cumpre com o seu papel de monitorar todo e qualquer dispositivo que esteja conectado na rede. A única desvantagem desse tipo de firewall é que caso o usuário esteja em um ambiente público, sem conhecimento de como a rede de conexão é oferecida, o dispositivo fica vulnerável para a invasão de programas ou aplicativos maliciosos.

Já o firewall de software é basicamente um programa que acompanha o computador ou celular e executa as funções de proteção independente de onde o usuário esteja, cumprindo o papel do firewall de hardware. Um grande exemplo de como o firewall de software funciona é quando o usuário utiliza de meios alternativos para fazer o download de um programa ou jogo.

Quando é iniciada a tentativa de instalação, o firewall acusa o programa e, na maioria dos casos, pergunta se deseja continuar a instalação, avisando da possibilidade de entrada malwares (software dedicado a causar danos ao computador).

Antivírus e suas inúmeras funcionalidades

O antivírus é a “segunda” linha de defesa contra programas danosos ao computador. São várias as marcas de antivírus disponíveis no mercado, mas todos entregam praticamente as mesmas funções (escaneamento do aparelho, proteção em tempo real, impedimento de instalação de programas duvidosos etc.).

Para muitos usuários, o antivírus costuma ser a principal chave no que diz respeito à proteção do computador. Na maioria dos casos, o serviço é oferecido de duas maneiras: versão gratuita e versão paga.

Nas versões gratuitas são oferecidas funcionalidades básicas para a proteção do computador, o que pode ser considerado o suficiente para quem não possui conhecimento de aplicações mais complexas do antivírus.

A versão paga – que pode ser tratada como “premium” – não tem muito segredo. Mais funcionalidades, mais proteção, soluções de problemas de forma rápida e eficiente, proteção aos navegadores, ente outras funções – mais vantagens como qualquer assinatura premium de outro serviço.

Fato é que tanto o firewall como o antivírus possuem nomes diferentes com aplicações praticamente idênticas. No fim, ambos cumprem com sua proposta de proteger os computadores dos males que os assombram no dia a dia.

Avenida Independência, 299 - Ribeirão Preto-SP - CEP14020-010 - Tel: (16) 3211-7373 / (16) 3610-1626